LAB 123 é inaugurado no campus Unifesp Baixada Santista

Iniciativa tem apoio da FapUnifesp e recursos de projeto Fapesp. É destinada à produção de conteúdo audiovisual e difusão do conhecimento da Unifesp. Laboratório é parte do projeto que conta, também, com a radiosilva.org

São Paulo, 22 de outubro – Agora é oficial. O Laboratório de Recursos Audiovisual (LAB 123: Núcleo de Imagem, Som e Conexões) da Unifesp Baixada Santista está inaugurado. Localizado no edifício sede do campus, na rua Silva Jardim n.136, essa iniciativa diversifica os projetos de comunicação já desenvolvidos pelo Núcleo de Rádio, que acontecem por meio da radiosilva.org.

“Com essa inauguração, celebramos um espaço para a produção de conhecimento, exercício da liberdade de ideia”, enfatizou a Reitora profa. Soraya Smaili, na ocasião. “Projetos como esse mostram a criatividade da Universidade e nossa capacidade de realização”.

O LAB 123 tem a perspectiva de exercer novos formatos de comunicação. É ambiente para a experimentação e destina-se à difusão do conhecimento produzido pela universidade. “Somos um meio para a expressão do pensamento. Somos o laboratório mais mestiço do campus”, reforça prof. Vinícius Terra, seu coordenador.

Antes mesmo de ser inaugurado, o LAB 123 já havia iniciado sua produção para programas de Educação a Distância (EaD). Inclusive, na data oficial de sua inauguração, em 18 de outubro de 2018, enquanto as pessoas se reuniam para registrar essa conquista, o Coordenador do Curso Avançado de Avaliação de Políticas, Programas e Serviços, prof. Juarez Furtado, gravava, em seus estúdios, conteúdo educacional para cursos de EaD.

“Há alguns anos trabalhávamos para termos esse núcleo de comunicação em pleno funcionamento. Agora, é planejar sua atuação e aprimorar sua estrutura”, ressalta profa. Sylvia Helena Souza da Silva Batista, Diretora do campus Baixada Santista. “Estamos aqui para resistir e existir pela Universidade”.

Existir e resistir, aliás, são ações praticadas, cotidianamente, pelo Núcleo de Rádio, que complementa o LAB 123. Coordenado pelo prof. Stéfanis Caiaffo, desde 2016, eles colocam no ar a eclética programação da radiosilva.org.

Seu estúdio, localizado no hall de entrada do prédio sede do campus (que no dia da inauguração do LAB 123 teve sua placa de identificação descerrada), é parte da atmosfera acadêmica do lugar. A programação da rádio toca constantemente em espaços do prédio, e, em frente ao janelão de seu estúdio, há cadeiras distribuídas, como numa plateia, para acomodar interessados em acompanhar a transmissão dos seus programas ao vivo. Mas não há limites para o alcance da radiosilva.org.

Retransmitida por streaming, via internet, ela pode ser acompanhada por celulares e computadores em qualquer lugar do mundo. Assim, ela alcança os mais diversos ouvintes. Alguns deles fazem questão de registrar, no site da rádio, suas impressões. “Amando a programação! Ligada com a radiosilva desde Rio Branco no Acre!”, escreveu Andrea Torres. Já Iraima Calderón de La Cruz, ouvinte de Cuba, diz: “La radio tiene un poder especial y mágico. Es la segunda edición de radiosilva que disfruto y adoré. Gracias querido Bernardo! Cuando escucho tus selecciones es estar en casa, siendo cubana, habanera y de la Habana del Este, me tocaste el corazón.”

Na tarde da quinta-feira, quando da inauguração do LAB 123, o técnico em assuntos educacionais, Fabrício Leonardo, conduzia o programa Vozes da Voz, de entrevistas, músicas e debates, ligado à temática da saúde mental, reforma psiquiátrica e luta antimanicomial, vinculado à Residência Multiprofissional em Redes de Atenção psicossocial da Unifesp Baixada Santista.

“Sou ouvinte da radiosilva.org. Ela está sempre ligada em meu laboratório”, revela a Diretora Presidente da Fundação de Apoio à Universidade Federal de São Paulo, FapUnifesp, profa. Jane Zveiter de Moraes. “Para a Fundação, é gratificante observar a transformação de uma ideia que mobiliza pessoas, que agrega conhecimento”.

Tanto o LAB 123 quanto a radiosilva.org são projetos apoiados pela Fundação e vinculados a incentivos da Fapesp. Conheça mais sobre essas inciativas pelo http://radiosilva.org e na página do LAB 123 no Facebook.