Prova da Coremu-Unifesp reúne candidatos de todo o Brasil

Resultados estão previstos para serem divulgados a partir de 11 de dezembro. Ao todo, foram disponibilizadas 196 vagas para os Programas de Residência Multiprofissional. Todos os detalhes do exame estão disponíveis pelo site https://www.fapunifesp.edu.br/coremu

São Paulo, 23 de novembro de 2017 – Dentro de um ônibus, Kelson Carvalhedo Souza de Lima, de 26 anos, levou 12 horas para chegar em São Paulo. Ele saiu de Goiânia na noite do sábado, 18 de novembro, e desembarcou no dia seguinte, na capital paulista, às 8h00. Ele percorreu os 903 quilômetros de distância entre as duas cidades com uma esperança, conseguir entrar numa universidade na cidade para se mudar para São Paulo.

Nascido no Maranhão, Kelson se mudou para a capital de Goiás para fazer sua formação na área de saúde. Ele é graduado em Fisioterapia e possui pós-graduação em Fisioterapia Cardiopulmonar em Terapia Intensiva.

“Agora, quero a residência multiprofissional em cardiologia”, pontua. E por que São Paulo? “Porque a Unifesp é referência. Os professores são excelentes. Tenho muito a aprender”, diz com olhar confiante, apesar da timidez na fala. “Me preparei muito. Vou passar, com certeza”.

Kelson disputa uma das quatro vagas do Programa de Residência em Cardiologia – Fisioterapia. Ele foi um dos 1.472 candidatos inscritos na prova da Comissão de Residência Multiprofissional, da Universidade Federal de São Paulo, Coremu–Unifesp, a realizar o exame no domingo, 19 de novembro.

Assim como ele, vários candidatos vieram de fora da cidade. É o caso de Leia Cordeiro, de 22 anos, e Tatielly Oliveira de Jesus, de 21 anos, ambas de Santos, litoral paulista.

Elas se encontraram, por coincidência, por volta das 11h em frente aos portões fechados do local da prova na rua Afonso Celso, nº 671, Vila Mariana. Ansiosas, aguardavam sentadas, no meio-fio da calçada, a abertura dos portões.

Leia se forma neste ano em Fisioterapia e acredita que a residência é essencial para sua qualificação profissional. “Na Unifesp, vou aprender na prática. Tenho certeza”. Ela tem interesse pela área clínica da Fisioterapia. “Mas não descarto a pesquisa acadêmica”.

Já Tatielly, é “apaixonada” por nefropatias. “Quero trabalhar com pacientes renais crônicos e hemodiálise”. Ela pretende dedicar-se à área hospitalar e aos cuidados ao paciente. “Por isso, é muito importante minha escolha pela Residência

Multiprofissional da Unifesp. A instituição pode me oferecer a melhor formação”. Apesar de otimista, ela reconhece que não seria fácil passar pela prova.

Ela teve de dividir seu tempo de estudo para o exame com a finalização de seu TCC e estava com receio da prova de Políticas de Saúde. ”São muitos os termos e a legislação é ampla. Estou insegura”.

Tatielly ainda não sabia, mas sua insegurança poderia se revelar desnecessária. Mais do que números e nomes de leis decorados, a prova de Saúde Pública foi idealizada para testar o conhecimento dos candidatos de forma abrangente. As perguntas foram feitas para incitar a reflexão.

“A concepção de nosso processo seletivo não visa obter a informação decorada dos candidatos. As questões foram elaboradas para avaliar o conteúdo assimilado por eles, ao longo de suas graduações”, comenta profa. Suzete Maria Fustinoni, Coordenadora da Comissão de Provas da Coremu. “Nossa Residência forma profissionais de saúde para atender à população de forma humanitária. É uma qualificação educacional com grande excelência teórica e prática, por isso, queremos alunos seguros de seus conhecimentos”.

RESULTADOS

O exame da Coremu abriu editais para Enfermagem Neonatológica, Enfermagem Obstétrica, Física Médica, Multiprofissional em Saúde. O programa disponibilizou vagas paras residentes no primeiro ano, os chamados R1, e é credenciado pela Comissão Nacional de Residência Multiprofissional em Saúde (CNRMS).

Ao todo, foram disponibilizadas 196 vagas _ 184 para Multiprofissionais de Saúde, 6 para Enfermagem Obstétrica, 4 para Enfermagem Neonatológica, 2 para Física Médica (veja, abaixo, a lista dos 13 Programas de Residência).

O processo seletivo foi constituído por 12 provas diferentes, cada uma com 60 questões de múltipla escolha. Dessas, 40 foram específicas da área profissional, 10 perguntas foram relativas à Política de Saúde e outras 10 questões de Língua Portuguesa.

A prova e o gabarito preliminar serão divulgados na tarde da quinta-feira, 23 de novembro, pelo https://www.fapunifesp.edu.br/coremu. Já a divulgação das notas dos candidatos habilitados e da classificação está programada para a segunda-feira, 11 de dezembro.

A lista de classificação definitiva e a relação dos convocados para a matrícula em 1ª opção estão previstas para serem divulgadas na sexta-feira, 22 de dezembro, pelos sites http://www.proex.unifesp.br (no link da Residência Multiprofissional) e https://www.fapunifesp.edu.br/coremu.

Serão considerados habilitados os candidatos que obtiverem, pelo menos, 12 acertos nas questões específicas de áreas profissionais, três acertos nas questões comuns das Políticas Públicas de Saúde e no mínimo três acertos nas questões de Língua Portuguesa.

“Para a Fundação de Apoio à Universidade Federal de São Paulo é um desafio realizar o exame da Coremu”, comenta a Diretora Presidente da FapUnifesp, profa. Jane Zveiter de Moraes. “Depois de alguns anos, a Fundação volta a organizar a prova de Residência Multiprofissional. Nosso comprometimento com a excelência da execução da prova é total”, reforça.

Para a Fundação, esse processo seletivo é uma das etapas necessárias para a garantia da boa formação proporcionada pela Unifesp aos profissionais da área da saúde. “A cada prova organizada pela FapUnifesp é notório o comprometimento de nossa equipe de colaboradores que entende, cada vez mais, a importância de seu trabalho, dedicando-se ao máximo para assegurar o bom funcionamento dos processos seletivos dos quais fazemos parte”, diz profa. Jane.

OS 13 PROGAMAS DE RESIDÊNCIA COREMU-UNIFESP

1. Programa de Residência Multiprofissional em Aleitamento Materno e Banco de Leite Humano

2. Programa de Residência Multiprofissional em Cardiologia

3. Programa de Residência Multiprofissional em Cuidados Intensivos de Adultos

4. Programa de Residência Multiprofissional em Envelhecimento

5. Programa de Residência Multiprofissional em Oncologia

6. Programa de Residência Multiprofissional em Oncologia Pediátrica

7. Programa de Residência Multiprofissional em Saúde da Criança e do Adolescente

8. Programa de Residência Multiprofissional em Saúde Mental

9. Programa de Residência Multiprofissional em Transplantes e Captação de Órgãos

10. Programa de Residência Multiprofissional em Urgência e Emergência

11. Programa de Residência Multiprofissional em Distúrbios Respiratórios Clínicos e Cirúrgicos

12. Programa de Residência Multiprofissional em Ortopedia e Traumatologia

13. Programa de Residência Multiprofissional em Rede de Atenção Psicossocial