FapUnifesp investe em promoção à saúde do colaborador

Fundação realizou palestra de conscientização sobre câncer de mama. Durante a ação, especialista destacou a importância da prevenção e colaboradores vestiram, literalmente, camisa rosa como símbolo da iniciativa

 São Paulo, 30 de outubro de 2017 – Com toda a equipe vestida de rosa, a Fundação de Apoio à Universidade Federal de São Paulo, FapUnifesp, promoveu na sexta-feira, (27/10), palestra de esclarecimento sobre o câncer de mama, como parte de atividades do Outubro Rosa, período em que se realiza a campanha mundial de conscientização e alerta sobre a doença.

“O câncer de mama tem 90% de chance de cura, se descoberto no início de sua manifestação. Por isso, é importante se prevenir”, destacou o médico Samir Hojaij, responsável pela palestra. “É recomendável que, todo mês, após oito dias de seu ciclo menstrual, a mulher faça autoexame. Caso note alguma diferença na região das mamas, ela deve procurar o serviço médico, imediatamente”, alerta.

“Ao promover o debate e esclarecer dúvidas, a Fundação contribui para a conscientização dos seus colaboradores quanto à importância da prevenção”, reforça a Supervisora de Recursos Humanos da FapUnifesp, Matilde Moniz. “No futuro, veremos os reflexos positivos na saúde de todos”.

NOVEMBRO AZUL

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer, Inca, órgão auxiliar do Ministério da Saúde no desenvolvimento e coordenação de ações integradas à prevenção e controle da doença no país, o câncer de mama é o mais comum, entre mulheres, em todo o mundo. No Brasil, corresponde a 28% do total dos tipos de câncer registrados a cada ano. Relativamente incomum antes dos 35 anos, torna-se frequente após os 50 anos. Em 2016, o Inca estimou o aparecimento de 57.960 novos casos. Apesar de ser raro, homens também são afetados por ele e representam 1% do total registrado.

No próximo mês, a Fundação promoverá o Novembro Azul, para conscientização sobre a prevenção do câncer de próstata, esse, sim, com alta incidência entre homens. “Ações de esclarecimento em questões de saúde fortalecem a integração das pessoas na medida em que todos se juntam em prol de uma causa”, reflete Matilde.