Festival de Documentários Jovem.doc tem início

Até dia 27 de abril, serão apresentados 10 documentários. As sessões acontecem na Cinemateca Brasileira e são gratuitas.

São Paulo, 26 de abril de 2017 – Aconteceu na noite do dia 25 de abril a abertura das apresentações dos documentários de curta-metragem do Projeto Jovem.Doc. “A Batalha de São Bráz” e “Enquadro” foram os dois filmes escolhidos para serem exibidos na estreia da Mostra. Na plateia, professores da Unifesp, diretores dos documentários, roteiristas, entre outros profissionais de cinema.

 

SAM_1361

Gabriela de Brelàz, Assessora de Relação Institucional Externa da Unifesp; Jane Zveiter de Moraes, Presidente das FapUnifesp; Clélia Rejane Antonio-Bertoncini, Coordenadora do Projeto Jovem.Doc; Regiane Sabatini, Supervisora de Contratos e Convênios da FapUnifesp; Magnus Regios Dias da Silva, Pró Reitor Adjunto de Extensão e Cultura

 

“Esse projeto é um lindo fruto. Retrata o que a juventude vê sobre jovens em situação de vulnerabilidade ou exclusão social”, comenta Profa. Clélia Rejane Antonio-Bertoncini, Coordenadora do Projeto.

“A estética diferenciada dos filmes, longe da visão comercial é o diferencial dos projetos. Retoma a origem do cinema no Brasil”, acredita Leandro Pardi, Coordenador de Difusão e Acesso da Cinemateca.

O edital que viabilizou o projeto selecionou 10 propostas de documentários. Cada um dos escolhidos foi contemplado com R$ 100 mil para a realização da produção do filme. Pelo edital, só estavam aptos a concorrer brasileiros entre 18 e 29 anos.

OPORTUNIDADE

Em discurso, uma das jovens contempladas no Projeto, Ana Carulina Roelis, diretora do “Confirmou Presença”, ressaltou a importância do projeto em sua vida. “Sou de Cuiabá, cidade do interior do Brasil, sem recursos audiovisuais. Ter a oportunidade de dirigir um documentário como diretora-executiva, contando com câmeras de primeira qualidade, era inimaginável. Fazer parte do projeto é um excelente portfólio. Já me abriu portas.” Ao lado de Ana Carulina, estava presente, também, Jorge Antônio, roteirista de “Confirmou Presença”.

O projeto Jovem.doc é uma iniciativa do Ministério da Cultura e da Universidade Federal de São Paulo. Foi gerenciado pela Fundação de Apoio à Unifesp e viabilizado pela Cinemateca Brasileira. No total, a FapUnifesp gerenciou R$ 1.5 milhão, verba destinada ao pagamento dos custos de produção e logística para realização dos documentários. “Foi uma satisfação participar desse projeto de incentivo ao desenvolvimento social e cultural de nosso país”, comentou a Diretora Presidente da Fundação, Profa. Jane Zveiter de Moraes. “Parabenizo os participantes do projeto pelo talento e criatividade”, completou.

Serviço:

Detalhes da exibição dos documentários na Cinemateca, que vai até 27 de abril, podem ser acessados pelo: http://www.cinemateca.gov.br/ ou ainda no: (11) 3512.6111. A Cinemateca está localizada no Largo Senador Raul Cardoso, n. 207, Vila Clementino, zona Sul de São Paulo.