5ª turma do Supera tem recorde de alunos inscritos

É responsabilidade da FapUnifesp a gestão financeira dos recursos humanos envolvidos na realização dessa capacitação

 

São Paulo, 27 de maio de 2014 – Nesta última semana de maio, a Unidade de Dependência de Drogas (UDED), do Departamento de Psicobiologia e o Departamento de Informática em Saúde da Unifesp comemoram uma conquista. Eles iniciaram, no dia 26, a 5ª e maior turma de alunos do curso SUPERA. Começaram as aulas em Ensino a Distância (EaD), 15 mil alunos, número recorde quando comparado a edições anteriores desse curso de extensão. E essa quantidade é apenas uma fração do montante de interessados. Ao todo, 115 mil pessoas se inscreveram para participar. “É extremamente gratificante o reconhecimento do trabalho. Ao mesmo tempo, é desafiador viabilizar curso de tamanha dimensão”, comenta a coordenadora da iniciativa, Prof.ª Maria Lucia Formigoni.

O curso SUPERA (Sistema para detecção do Uso abusivo e dependência de substâncias Psicoativas: Encaminhamento, intervenção breve, Reinserção social e Acompanhamento) foi elaborado a partir de estudos acadêmicos, no final dos anos de 1990, e prevê entre outras ações, ampla capacitação de profissionais das áreas de saúde e  assistência social. Do ponto de vista de conteúdo, o curso é composto por um conjunto de sete fascículos com exercícios e teoria; além de dois CDs com vídeos demonstrativos e o conteúdo completo dos fascículos.

Em 2006, surgiu sua primeira turma, fruto de acordo entre a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas (SENAD) e Unifesp, com intermediação da AFIP (Associação Fundo de Incentivo à Pesquisa).  A partir de 2008, o curso passou a ser gerenciado pela FapUnifesp.“É preciso acabar com estigmas em relação ao uso de drogas e intervir precocemente. As técnicas ensinadas no SUPERA auxiliam nessas ações por serem de fácil utilização”, reflete Profª Maria Lucia. “A aplicação delas se mostra eficaz para reduzir o uso e problemas associados em cerca de 40% das pessoas com uso abusivo, proporção  de sucesso semelhante à de outras intervenções mais longas”, completa.

Os resultados do SUPERA são tão expressivos que essa capacitação rendeu ramificações. No segundo semestre, começará a 3ª turma do curso Fé na Prevenção (que já conta com 10 mil inscritos), curso similar ao SUPERA, mas dirigido a líderes comunitários e religiosos. E isso não é só. Para 2015, há perspectiva do SUPERA tornar-se internacional. “Fomos contatados para levá-lo a outros países. Estamos nos organizando para isso acontecer”, adianta Profª Maria Lucia. Participam do SUPERA 200 tutores, 8 supervisores, e 14 profissionais administrativos contratados pela FapUnifesp. Esse contingente é gerenciado pela FAP, entidade responsável pelo pagamento salarial e demais encargos empregatícios. A equipe também conta com profissionais da AFIP, que também cede o imóvel que abriga o curso, as equipes da UDED e da DIMESAD (Disciplina de Medicina e Sociologia do Abuso de Drogas).

Outras informações em: www.supera.senad.gov.br.