ICSEMIS termina com boa avaliação de participantes

Mais de 1500 pessoas, de diversos países, estiveram nas atividades que aconteceram em Santos. As redes sociais foram um dos principais canais de comunicação utilizados para comentar as palestras. Os certificados de participação do evento já estão disponíveis

 

São Paulo, 14 de Setembro de 2016 – A 3ª edição da Convenção Internacional sobre Ciência, Educação e Medicina do Esporte, ICSEMIS 2016 terminou em 4 de setembro e, pelas redes sociais, participantes e congressistas comemoraram a realização do Congresso, com comentários sobre as atividades realizadas.

Da Universidade de Vrije em Amsterdã, o professor em ciência do movimento humano Thomas Janssen, especialista em esportes de cadeira de rodas, com linha de pesquisa em pessoas com acidente vascular cerebral, lesão da medula espinhal, ressaltou o quanto foi proveitoso para ele participar do ICSEMIS. “Depois de acompanhar interessantes palestras no Congresso, sigo para o Rio de Janeiro para acompanhar os atletas paralímpicos da Holanda”.

O PhD. Walter Thompson, da Universidade da Geórgia, em Atlanta, nos Estados Unidos, pelas redes sociais, enfatizou sua participação no evento. Especialista em cinesiologia (estudo dos movimentos do corpo humano) e nutrição, Thompson postou foto de sua apresentação sobre a importância dos exercícios na medicina (Exercise is medicine keynote), momento em que detalhou como a mudança de hábito das pessoas impacta os movimentos do corpo; e como é possível evitar doenças ao se estabelecer uma agenda permanente de exercícios.

Já a professora Kirsten Petrie da Faculdade de Educação, da Universidade de Waikato, em Hamilton, Nova Zelândia, publicou, em sua conta no twitter, várias fotos de palestras, em que esteve presente, destacando como as apresentações foram consistentes. Em português, agradeceu à organização. “Obrigada”, postou.

CERTIFICADOS

Já estão disponíveis para aqueles que necessitam os certificados de participação. Para conseguir o documento, interessados devem fazer seu login no portal do evento www.icsemis2016.org, e seguir as devidas orientações que aparecerão no “my space”.

Estão aptos a receber o documento todos os inscritos que compareceram e retiraram seu crachá e material de apoio na secretaria do evento. Aqueles que fizeram apresentações ou expuseram pôsteres também têm direito a uma declaração de participação. O procedimento é o mesmo. É preciso acessar o site, utilizando sua senha de login.

O ICSEMIS é um evento que acontece nos países sedes dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos. No Brasil, a cidade de Santos foi a escolhida para sediar o encontro em sua terceira edição, realizada de 31 de agosto a 4 de setembro. O evento reuniu especialistas de distintas origens, dos mais diversos setores profissionais e acadêmicos, ligados à ciência e educação desportiva. Foi organizado, como parceria, entre a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Comitê Paralímpico Internacional, Federação Internacional de Medicina do Esporte e Conselho Internacional de Ciências do Esporte e da Educação Física.

ESPORTE E CIÊNCIA

         “Diga sim para a diversidade no esporte” foi o tema do ICSEMIS neste ano. Além das palestras e mesas redondas realizadas, houve diversas atividades físicas, como aula de spinnig, entre outras práticas de treino desportivo e demonstrações de técnicas especificas de trabalho.

Algumas autoridades passaram pelo Congresso. Entre elas, o prefeito da cidade de Santos, Alexandre Barbosa; o ex-judoca e medalhista de ouro em Barcelona, Rogério Sampaio, que representou o Ministério do Esporte; a professora Marimélia Porcionatto, representante da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), Yves C. Vanlandewijck, Presidente do Comitê Paraolímpico Internacional; o presidente do Conselho Internacional de Ciências do Esporte e Educação Física, Uri Schaefer; o presidente da Federação Internacional do Esporte, Jose Kawazoe Lazollli; a Reitora da Unifesp e também presidente do Comitê local de organização, professora Soraya Smaili.

Para a professora Marimélia Porcionatto, a ciência está intimamente relacionada ao desenvolvimento do esporte. Em sua fala, durante a abertura do Congresso, professora Marimélia enfatizou o significativo papel das pesquisas científicas no desenvolvimento das capacidades físicas dos atletas e paratletas.

A aplicação dos estudos científicos ao esporte, aliás, foi enfatizado repetidas vezes nas atividades realizadas no Congresso. Pela essência do evento, esse tema é um dos prioritários e está sempre em evolução. Isso acontece porque, como lembrou o presidente do Conselho Internacional de Ciências do Esporte e Educação Física, Uri Schaefer, atividades físicas são essências para a integração do ser humano. “O esporte promove igualdade entre diferentes pessoas e melhora a qualidade de vida”, reforçou Uri.

A Fundação de Apoio à Universidade Federal de São Paulo, FapUnifesp, foi a instância responsável pela organização do ICEMIS 2016. Ficou sob sua responsabilidade toda a sua administração, como a contratação das empresas fornecedoras dos serviços utilizados para a sua realização. A coordenação dos trabalhos administrativos, como os utilizados para a execução do ICSEMIS, é uma das expertises da Fundação.

HISTÓRIA

Criado em 2006 pelo Conselho Internacional de Ciências do Desporto e Educação Física, Comitê Olímpico Internacional, Comitê Paralímpico Internacional e Federação Internacional de Medicina do Esporte, o ICSEMIS surgiu como uma proposta de ser uma conferência multidisciplinar sobre Ciência, Educação e Medicina do Desporto.

Sua primeira edição foi realizada, em 2008, na cidade de Guangzhou, China. Na ocasião, o principal tema do encontro foi: “Ciências do Desporto e Sociedade Harmoniosa no século 21″.      Em 2012, aconteceu em Glasgow, no Reino Unido, a sua segunda edição, sob o tema: “Esporte… Inspirando um legado de aprendizado”.