Revelados os vencedores do Prêmio ABEU 2015

Editora Fap-Unifesp foi finalista na categoria Humanidades. Este foi o primeiro ano de realização da premiação, que aponta o amadurecimento do trabalho desenvolvido pelas editoras universitárias no país

São Paulo, 11 de dezembro de 2015 – Foram conhecidos na noite da terça-feira, 10 de novembro, os vencedores do primeiro Prêmio da Associação Brasileira de Editoras Universitária, ABEU. A Editora Fap-Unifesp foi uma das finalistas da premiação. O livro “Alegoria Moderna – Crítica Literária e História da Literatura na Obra de Sérgio Buarque de Holanda”, de Thiago Lima Nicodemo, concorreu na categoria Humanidades, em que o vencedor foi a publicação, “Do Mito das Musas à Razão das Letras: Textos Seminais para os Estudos Literários (século VIII a. C – século XVIII)”, de Roberto Acízelo de Souza (Argos, Editora da Unochapecó).

O professor Mauro Aquiles La Scalea, presidente interino da Editora Fap-Unifesp, representou Nicodemo na premiação e recebeu das mãos do presidente da associação, Marcelo Di Renzo, certificado de honra como finalista. Ainda esteve presente na cerimônia de entrega dos prêmios a vice-presidente da FapUnifesp, profa. Jane Zveiter de Moraes. “A indicação da Editora Fap-Unifesp na premiação, entre outros fatores, é um reconhecimento para a qualidade de seu catálogo de livros publicados”, destacou profa. Jane.

“Esse prêmio revela a evolução do trabalho das editoras universitárias nas últimas três décadas”, pontuou Di Renzo, em discurso para os presentes. “O setor mostra mais amadurecimento, mais atuação na publicação de títulos com extrema relevância para a academia e para a sociedade”, completou. O Prêmio ABEU foi idealizado para incentivar e reconhecer a qualificação das publicações feitas pelas editoras universitárias. Atualmente, a associação reúne, em todo o país, mais de 100 editoras universitárias.

Nas duas outras categorias da premiação, Tecnociência e Projetos Gráficos, foram vencedores, respectivamente: “Cidades Saudáveis? Alguns olhares sobre o tema”, de Carmen Beatriz Silveira, Tânia Maria Fernandes e Bárbara Pellegrini, da Editora Fiocruz; e “O Retrato e o Tempo: Coleção Francisco Rodrigues 1840-1920”, criado pela Zolu Design para a Fundação Joaquim Nabuco, publicado pela Editora Massangana de Pernambuco.

A premiação ocorreu no Salão de Conferência da Academia Paulista de Letras, no Largo do Arouche, centro da cidade de São Paulo.